Comunicado à população

A União de Freguesias do Cacém e São Marcos teve conhecimento, através de moradores, do bloqueio de ruas junto à urbanização de São Marcos com a colocação de blocos de cimento armado.

Esta autarquia desconhece por completo a origem desta decisão da Câmara Municipal de Oeiras, tendo já solicitado à mesma informação sobre esta situação.

O espaço em causa não pertence ao concelho de Sintra, facto que nos impede de tomar qualquer iniciativa prática para a resolução desta situação que em muito nos surpreende.

O bloqueio da via rodoviária impede o estacionamento ordenado de trabalhadores do Tagus Park e moradores da urbanização de São Marcos, prejudicando centenas de pessoas.

A utilização desta via rodoviária nunca impediu a circulação automóvel na zona e nunca originou qualquer tipo de constrangimentos ou reclamações.

A autarquia de Sintra tem concretizado nos últimos anos vários investimentos na urbanização, que vão permitindo a sua requalificação e, sempre que possível, a concretização de pequenas bolsas de estacionamento.

Paralelamente, o esforço financeiro desenvolvido atualmente pela Câmara Municipal de Sintra está a permitir a construção, com conclusão para breve, de mais um parque de estacionamento na nossa freguesia, este com capacidade para 190 lugares no Casal do Cotão.

A junta de freguesia esclarece os moradores da Urbanização de São Marcos que este bloqueio é totalmente alheio à União de Freguesias do Cacém e São Marcos e à Câmara Municipal de Sintra.

A autarquia apela ainda ao bom senso do autarca de Oeiras, Isaltino Morais, para colocar fim a este bloqueio inédito entre concelhos.


Cacém e São Marcos, 7 de maio de 2021.


O Presidente

Paulo Adrego

Partilhe em